Verão em Barcelona!

Quando digo pras pessoas sonharem, me chamam de doida. Mas todo mundo sonha – alguns talvez não acreditem nos próprios sonhos, outros têm medo de verbalizar e serem chamados de loucos, outros simplesmente sonham. Felipe e eu somos assim: volta e meia estamos nas Filipinas, ou montando nosso próprio negócio ou ainda morando num lugar diferente a cada 3 meses – tudo em sonhos.

Quando ainda éramos viajantes wannabes ficávamos falando em morar na Europa, ir à Barcelona no verão e passar o Réveillon em Londres. Os dois primeiros já aconteceram e o terceiro está com voo marcado. Por isso digo que sonhem; as paredes Deus tem ouvidos e se for a Sua vontade Ele realiza MESMO.

Resolvemos comemorar nosso primeiro ano de casados em Barcelona, no auge do verão europeu. Foi uma experiência extraordinária, com seus devidos altos e baixos que aqui registraremos.

Era uma tarde de agosto quando deixamos nossa Duffcarrig para pegar o trem pra Dublin. Começamos nossas férias por lá, ao lado dos amigos Napô e Henrique. Fizemos tudo que turistas fazem por lá, fechando com pub e músicas irlandesas. Que povo alegre, viu?!

IMG_20140808_215021 IMG_0142
IMG_0147 IMG_20140808_221643

Então partimos pra Barcelona. A chegada foi… bem… como voltar a Fortaleza (em termos de clima). Pra quem já estava mal acostumada à Irlanda, foi um baque – muuuuuito quente, gente. Pegamos o trem do aeroporto pra área mais central de Barcelona e, saindo da estação, demos logo cara com Gaudí e suas peripécias – estávamos em frente a Casa Batlló.

IMG_0150

Daí começamos cedo a perceber algo sobre Barcelona. Não há uma esquina sequer que seja feia (ao menos por onde passamos e olha que tentamos fugir da zona so called turística).

IMG_0213 IMG_0216
IMG_0209 IMG_0149

Como isso não é um blog de turismo, podemos dar só uma visão geral do que vivemos e por onde passamos. Fomos SIM aos principais pontos turísticos como Plaça de Catalunya, Parc Güell, Barceloneta, Montjuïc, Sagrada Família e por aí vai. Posso dizer que Sagrada Família não foi lá essas coisas. Antes de opinar vou logo dizendo que o que eu disser pode ser fruto de ignorância na área de arquitetura e que em momento nenhum quero agredir religião ou fé de ninguém, ok?! Então… por dentro pode ser mesmo uma aventura por entre os dotes arquitetônicos de Gaudí, mas por fora… parece uma grande salada de frutas sem data pra terminar. #prontofalei Isso, o calor e os lugares lotados foram os pontos fracos de Barcelona. O resto todo é lindo. Mesmo que o programa seja uma caminhada pelas ruas de um bairro qualquer, tudo é bonito e cheio de detalhes.

O Parc Güell fica no topo do bairro de Gràcia. Se você não quiser entrar na parte paga, ainda assim vale a pena ir, pois tem uma vista maravilhosa da cidade e de lá dá pra descer caminhando por esse bairro tradicional e cheio de surpresas – padarias deliciosas, praças, bares e restaurantes estilosos, gente da terra passeando com suas crianças ou conversando com os amigos. Mais tranquilo que a zona central. Nos hospedamos no coração de Barcelona, mas da próxima vez que formos quero ficar em Gràcia.

IMG_0172 IMG_0180 IMG_0184

Gostamos de Montjuïc mais ainda do que de Parc Güell. É possível chegar lá de teleférico ou de funicular. Da estação a gente pega um ônibus que nos deixa no topo, no Castell de Montjuïc. Tem gente que aluga bike, carrinho, pega o ônibus pra descer; a gente preferiu descer a pé e a grande surpresa foi a vista e as diversas praças que a gente encontrou na metade do caminho.

IMG_20140812_171202 IMG_20140812_170711
IMG_20140812_162242 IMG_0259 IMG_0260

Descendo e descendo chegamos ao Museu Nacional D’Art de Catalunya, que é uma construção do tipo UAU! com uma vista ampla pra Plaça de Espanya.

IMG_0275
IMG_0285
 IMG_0289 IMG_0270

Na descida para a praia de Barceloneta através do calçadão de Las Ramblas a gente encontra muitos restaurantes, lojas e principalmente o mercado de San Josep de la Boqueria. Esse é um MUST GO. Não dá pra ficar sem ir. São tantas cores, aromas e sabores que não dá para experimentar tudo num dia só. Não vou sair descrevendo todas as frutas, pratos e especiarias que a gente encontrou lá, então dá uma olhada nas fotos e baba.

IMG_20140811_111725 IMG_20140811_111626 IMG_20140811_111505 IMG_20140811_110850
IMG_20140811_110730 IMG_20140811_110650
IMG_20140811_110639 IMG_20140811_110106
IMG_20140811_105824 IMG_20140811_105802 IMG_20140811_105721 IMG_20140811_105614
IMG_0229 IMG_0228 IMG_20140811_110759 IMG_0230

E no fim do calçadão, a orla marítima de Barcelona. Sei que cansa eu ficar dizendo que é lindo, mas gente…

IMG_20140810_081220 IMG_0253
IMG_20140810_101947 IMG_20140810_081811 IMG_20140810_081209

E mais: Arco do Triunfo, Parc de la Ciutadella e Catedral.

IMG_0236  IMG_0235 IMG_0239  IMG_20140813_104151 IMG_20140813_102403

Acho que esse post já está longo o bastante, mas eu poderia falar e mostrar bem mais de Barcelona, pois é uma cidade com uma infinidade de coisas para se ver, de gente pra conhecer, de sabores para experimentar. Passamos 5 dias lá e não fizemos toda a lista de atividades que o lugar oferece. Nossa dica é: vá. Não importa sua idade, sua área de interesses, se está sozinho ou acompanhado. Vá. Barcelona é uma cidade democrática, de mobilidade fácil, que respeita a tudo e todos. Uma supercidade.

E então, de volta à nossa Irlandinha.

Advertisements

Wexford Town e seu Johnstown Castle

Tiramos um tempinho para visitar a capital do condado onde moramos – Wexford Town – e uma de suas mais famosas atrações – o Johnstown Castle.

O Condado de Wexford tem muito disso de história, construções antigas e cultura. Enquanto passeávamos ao redor do Johnstown Castle (o interior não estava aberto à visitação) percebemos o porquê da Irlanda ser set de filmagens de várias grandes produções. Os cenários daqui são di-vi-nos. O dia estava meio cinza (ops, isso é normal por aqui…), mas tiramos boas fotos de tudo.

IMG_20140718_123242

Johnstown Castle foi casa de duas famílias influentes de Wexford: os Esmondes e os Grogans. Hoje pertence ao Estado e é sede da Autoridade de Agropecuária e Alimentos. Há trilhas ao redor do castelo que conduzem a lagos e jardins magníficos.

IMG_20140718_121300 IMG_0079

 Então seguimos no rumo de Wexford. Gente… cá entre nós: pra quem procura badalação, grandes centros urbanos, muita gente e boas compras, a Irlanda não é uma boa opção. Temos Dublin, que é grande (e ainda menor que a nossa Fortaleza), mas acredito que as outras capitais (pelo menos as que conheci) sejam pequenos centros urbanos onde o forte é mesmo andar, olhar, ouvir histórias e entrar nos pubs pra sentir a alegria irlandesa. Pra nós está SUPER de boa. Amamos tudo isso aqui. God bless!

IMG_20140725_163319  IMG_20140725_152036IMG_20140725_164239

Wexford Town fica a 45 minutos de carro partindo de Gorey ou 2 horas de Dublin. É terra de rio, mar e barcos, gente gentil, artesanato, contruções antigas e uma ópera house com vista pra cidade inteira. Sempre que temos um tempinho vamos por lá pra andar no calçadão à beira do rio, tomar um café ou fazer compras.