Páscoa, curso, visita e inspeções. Ufa.

Peço desculpa aos amigos pelo mês sem notícias, mas tenho uma explicação.

Felipe e eu fomos convidados a voltar para este Camphill por várias razões – entre elas as inspeções. Era necessário que viéssemos pra assumir uma das casas também no sentido de cuidar de toda a papelada de nossos residentes pra que tudo estivesse ok quando as inspeções viessem. Quando falo em inspeções, refiro-me ao temido HIQA (agência governamental de saúde daqui) que está visitando os Camphills pela primeira vez. Então, o que antes costumava ser só viver junto, cuidar de pessoas, caminhar e cantar e seguir a canção, agora virou coisa séria; o Camphill é reconhecido como instituição apta a cuidar de pessoas e, para tal, tem que ter um acompanhamento do governo.

Pois bem, chegamos aqui com MUITA coisa pra fazer e neste último mês o trabalho foi tão intenso que não tive tempo de vir aqui e partilhar tudo com vocês. Porém vou tentar me redimir agora.

Onde foi que eu parei?… Ah, Páscoa! Aqui no Camphill celebramos todos os festivais do ano. Na Páscoa decoramos a casa com ovos pintados, estudamos a Bíblia durante a semana inteira pra saber o que aconteceu na vida de Jesus antes de sua crucificação. Nos dias referentes ao sofrimento de Jesus temos momentos de quietude e até um jantar totalmente em silêncio no dia da crucificação. Mas então vem a ressurreição e celebramos a Páscoa. Nela vamos às 6 da manhã ver o sol nascer e cantar pra ele (isso mesmo…) e então fazemos um café da manhã com toda a comunidade. Depois escondemos os ovos de chocolate e temos “caça ao tesouro”.

IMG_20140420_110300 IMG_20140420_061158 IMG_20140420_091615

Então veio a época de irmos ao nosso curso de novo. Como já falei, estamos aprendendo sobre as bases do Camphill e nesta sessão tivemos terapia corporal através da dança (o Felipe adorou #sqn) e aprendemos sobre o desenvolvimento do ser humano nos primeiros sete anos de vida. Esta sessão foi na comunidade de Ballytobin, um Camphill pra adolescentes, onde também funciona uma escola inclusiva.

IMG_20140509_131019 IMG_20140509_130935
IMG_20140509_120125 IMG_20140509_130952

Daí o Rafinha veio. O Rafa é outro amigo louco corajoso que temos. É dos nossos – coloca a mochila nas costas e vai. Dessa vez, veio. Foi o primeiro a cumprir a promessa que umas vinte pessoas fizeram pra gente: “Aaaaaaaah, vou te visitar lá na Irlanda! Tem quarto pra mim?”. Tem, gente. Tem dois quartos prozamigos. O Rafinha veio e a intenção era escalarmos o Tara Hill (monte aqui perto), mas acabamos andando na chuva (teste de amizade) até Gorey. Ou quase isso, porque um taxista nos ofereceu carona (de graça) na metade do caminho. Welcome to Ireland, a terra da gentileza.

IMG_20140510_122016

Quase esqueço de falar do aniversário da Carla (nome fictício pra uma residente de 73 anos). Ela tem problemas em socializar-se e normalmente foge ou evita pessoas. Desde que chegamos aqui desenvolvo uma amizade engraçada com ela. Em conversas curtas com ela ganho meu dia e, quando ela vem e me fala que quer jantar conosco em seu aniversário… NOSSA! Que felicidade. Fiz um bolo de morango (o primeiro da minha vida, que Deus se compadeceu e fez ficar delicioso) e tivemos um jantar lindíssimo de aniversário. Se coubesse aqui falaria por horas desses pequenos momentos mágicos que fazem a coisa toda valer a pena, mas… o objetivo é outro e não posso me estender demais nas historinhas.

IMG_20140428_171036

Na última segunda-feira o HIQA mandou mensagem dizendo que viriam no dia seguinte. Gelei. Fiquei pensando se tinha feito o trabalho direito, fiquei nervosa por estar aqui só há dois meses, fiquei insegura com a situação. Fizemos uma faxina na casa e coloquei os documentos em ordem para receber os inspetores com suas questões e observações. As casas aqui são antigas, portanto previmos que eles teriam muitos requerimentos a fazer com relação à estrutura. O inspetor principal escolheu a nossa casa para almoçar (que sorte, hum?!), mas isso acabou sendo a melhor coisa a acontecer: tudo aqui ocorreu de forma leve e conseguimos passar pela inspeção sem maior estresse. Graças a Deus.

Isso nos deu tranquilidade pra curtir o Ascention Day. Aqui é o dia em que todo mundo da comunidade vai pra algum lugar juntos. Acho que é o único dia do ano em que se consegue colocar todo mundo dentro dos ônibus e fazer esse tipo de coisa. A logística é imensa. Fomos para Wells House (um casarão antigo com uma área de lazer ao redor) e, apesar de não fazer sol, pelo menos não choveu (aqui a gente tem que se sentir feliz com isso, tá?!). Estava acontecendo uma exibição de carros antigos e pudemos fazer uma trilha onde tinha várias casinhas de fadas, elfos e hobbits pelo caminho.

IMG_20140529_114919  IMG_20140529_121815
IMG_20140529_120019

Acho que foi isso. Ou melhor, com certeza foi bem mais que isso, mas não tenho como descrever o que é viver o que estamos vivendo aqui. Uma mistura de expectativa de coisas novas, com deslumbramento com as experiência e uma certeza de que Deus foi quem nos mandou pra cá e está nos dando habilidade pra conduzir tudo da melhor forma.

Advertisements